Assuma a responsabilidade sobre seus fracassos


Escuto muito, em meu consultório, a palavra fracasso. Minha visão sobre fracassar talvez não seja a mais comum, mas é a forma como entendo. Fracasso, para mim, é a frustração de uma expectativa.

Ok não conseguir alcançar uma expectativa e ok sentir que fracassou, mas colocar a responsabilidade do fracasso somente na “conta” da outra pessoa, se ausentando de suas responsabilidades, humm, não sei se é o melhor caminho.


Alguns exemplos:


- Minha relação não deu certo porque o outro não me dava atenção ou porque o outro não aceitou seguir a vida como eu queria ou ...

- Meu projeto no trabalho não foi para frente porque meu chefe não me reconhece ou ...

- Rompi um relacionamento com um amigo porque ele não entende o que eu falo.


Percebe que, em todos os exemplos, em nenhum momento a suposta pessoa assume a responsabilidade por seus atos?


- Poderíamos ressignificar esses exemplos da seguinte maneira:


- Minha relação não deu certo por conta de minha carência; por eu não saber ficar bem sozinho; ou porque não tive flexibilidade para aceitar a escolha de vida do outro, só a minha.

- Meu projeto no trabalho não foi para frente porque não faço mais do que o que acho que deveria fazer.

- Rompi um relacionamento com um amigo porque tenho muita dificuldade em me comunicar com as pessoas.


Poderíamos dar vários exemplos sobre “fracasso”. O importante é saber que a única pessoa responsável por seus resultados é você mesmo.


Tatiana Auler

Terapeuta


-----------------------------------------------------------------------------


Um pouco de poesia...