ESCOLHER NÃO É MOLEZA NÃO!


Escolher não é tarefa fácil para ninguém. Quando optamos por algo, estamos fadados a duas coisas:

1. Abrir mão do que não foi escolhido;

2. Lidar com as consequências de nossa decisão.


Existe um terceiro fator que faz com que não seja fácil escolher: a falta de garantia do resultado. E não para por aí. Ainda temos que assumir a responsabilidade pela escolha e “bancar” uma consequência ruim, caso esta aconteça. Complicado, né?


Como resolver essa dificuldade que é escolher? Se existisse uma solução, ninguém mais teria dificuldade, não é verdade? Mas tenho uma dica para lhe dar. Fazemos escolhas através de dois caminhos: emoção e razão. Há momentos em que estamos envolvidos tão emocionalmente com o que temos que escolher, que não conseguimos ter uma atitude, fazer uma escolha consciente. Quando isso acontece, é hora de usar a razão. Funciona da seguinte maneira: você vai deixar de ser o “personagem principal” para passar a ser o “diretor” dessa cena. Como diretor, você virará o observador. A dica é que, como observador, você possa buscar, em sua razão, portanto se distanciando um pouco de suas emoções, a melhor escolha a se fazer naquele momento. É como se você estivesse dando um conselho para um amigo, observando a história dele sem estar envolvido emocionalmente. Porém, se você é muito racional, age sem fazer contato com suas emoções, sem entender ou ouvir seus desejo, sua necessidade e, no final das contas, sente que suas escolhas são automáticas, funcionais, não levam você a níveis de satisfação emocional, está na hora de sair do cargo de “diretor” e se colocar em cena como “personagem”.


A dica é: experimente fechar os seus olhos e se imaginar dentro da cena de uma de suas opções de escolha. Se faça a seguinte pergunta em cada cena: Como me sinto tendo escolhido isso para mim? Então, apenas se observe e perceba, em suas emoções, como você está se sentindo, se sente prazer, angústia, alegria, frustração… Se observe em cada cena. A partir do que sentiu imaginando viver o que poderá escolher ou manter o que já tem, tome sua decisão.


Tatiana Auler Terapeuta: TISI: ALINHAMENTO ENERGÉTICO Técnica de Interpretação Simbólica Intuitiva