Evite conflitos aprendendo a respeitar as diferenças.


Qual é a razão para brigarmos tanto? Por quem estamos brigando? Para que estamos brigando?


Entendo que, quando brigamos, estamos querendo ser ouvidos, aceitos, amados... Queremos que o outro honre a nossa verdade. O que não podemos esquecer é que o outro quer a mesma coisa. E, quando as verdades são opostas ou diferentes do que acreditamos, o conflito passa a acontecer.


O conflito só acontece porque não baixamos a guarda. Não queremos nem ouvir o que o outro está dizendo e, muito menos, entender. Queremos apenas que ele nos ouça e nos entenda. Um pouco de egoísmo, talvez.


Para amenizar os conflitos, precisamos sair do CERTO ou ERRADO. A verdade é que as duas pessoas sempre estão certas, só que cada uma a partir de seu referencial interno, ou seja, de sua verdade.


Se não pararmos para ouvir e entender o que o outro está dizendo, não teremos a oportunidade de criar uma alternativa para que o conflito não aconteça.


Aceitar ou Concordar? Existe uma diferença entre essas duas palavras. Eu posso aceitar o que o outro fez e entender que ele não poderia ter feito diferente, mas posso não concordar, não achar certo no meu ponto de vista.


Querer que o outro seja como a gente, pense como a gente, tenha atitudes como as nossas é extremamente cansativo.


Saiba que você foi educado de um jeito e a outra pessoa de outro. As crenças construídas podem ser totalmente diferentes. A forma de agir, pensar... O quanto o outro consegue falar o que sente ou apenas fala o que pensa. São tantas questões envolvidas, que só a própria pessoa querendo, a mudança irá acontecer.


PARA COLOCAR EM PRÁTICA


1. Não tente mudar o outro.

2. Aceite que o outro é o que ele é e não o que você quer que ele seja.

3. Reconheça sua verdade, mas se abra para ouvir a verdade do outro.


O segredo para que o conflito não aconteça é saber ouvir e falar com leveza!