O que significa ser feliz?


Questões do dia a dia:


Quando alguém lhe pergunta: Você é feliz? O que você responde? Responde se é feliz ou não de acordo com seu dia, ou de acordo com sua vida?


Existe uma grande diferença entre as perguntas: Você É feliz e Você ESTÁ feliz?


Ser uma pessoa feliz não significa estar feliz o tempo todo, abrindo um sorriso todos os dias, como se nada que acontecesse pudesse tirar sua felicidade. Você pode ser uma pessoa feliz e, dependendo do que viva em seu dia, ficar triste, com raiva, com medo...


Uma boa resposta para essas duas perguntas poderia ser: Sou uma pessoa feliz considerando a vida que tenho. Porém, hoje, não estou feliz por conta de uma situação que estou passando em meu dia ou nessa semana.


Para mim, o segredo da felicidade está na maturidade em lidar com as diversas situações do dia a dia.


Se você sabe lidar com suas emoções, saberá gerencia-las e não se perderá nelas. Querer viver sem sentir medo, tristeza, raiva... é querer viver uma ILUSÃO. Basta estar vivo para saber que, em algum momento, passará por essas emoções.


Se quiser viver sem sentir as emoções mais densas, provavelmente deixará de viver as emoções mais sutis. Isso acontece porque deixará de viver experiências novas, entrará na zona de conforto e, possivelmente, a vida ficará sem sabor, em tons de cinza. Viverá como um filme monótono que não provoca emoção alguma... nem as boas de se sentir, nem as mais difíceis. Neste caso, se alguém lhe perguntar se é uma pessoa feliz, é possível que responda que não, ou que não sabe dizer.


Se você é uma pessoa que depende do externo para ser feliz, pode ser que fique parado esperando a felicidade bater em sua porta, por um bom tempo. Se se tornar uma pessoa ativa, que sabe o que quer e vai em direção a sua felicidade, ao que o preenche, provavelmente chegará próximo a uma realização pessoal, podendo viver a felicidade plenamente.


A saída para tudo isso é aprender a lidar com as próprias emoções por meio do autoconhecimento. Quanto mais você se conhecer, mais será inteligente emocionalmente, e menos as emoções mais densas vão tomar conta de você.


Guie a sua vida para que seja uma pessoa feliz, viva novas experiências, mude o que não está bom, construa, arrisque, se entregue, confie... Faça isso, sabendo que, em alguns momentos, poderá ficar triste, mas que isso não precisa significar que a vida não está boa, e sim que, naquele momento, naquela experiência, não foi legal, mas que, no todo, você vive plenamente e se considera uma pessoa FELIZ!


Dica da Tati:


Pegue um papel e uma caneta e vamos começar!


Esse exercício o convida a refletir sobre o que você está fazendo com sua vida; se está equilibrada ou não.


Pensando em sua vida como um todo, responda:


- O que você gosta de fazer e está fazendo "neste momento"?

- O que você gostaria de estar fazendo, mas não está?

- O que você não gosta de fazer, mas está fazendo?

- O que você não gosta de fazer e não faz de jeito nenhum?


Após responder essas perguntas, você terá uma avaliação do equilíbrio da sua vida. O bom é que tudo que construímos pode ser desconstruído para se construir de uma maneira deferente!


Tatiana Auler

Terapeuta


9 visualizações0 comentário

Contato

whatsapp-cinza.png

Navegação

© Instituto de Treinamento Auler Ltda. | CNPJ 25.289.131/0001-61 | Atendimento@institutoauler.com.br | Tel.: (21) 99740-1860. 

Criação Brothers Design