• Colaboradores

Onde encontramos a Felicidade?

Felicidade, já pensou nisso um pouquinho ou melhor já sentiu isso um pouquinho? Felicidade é momento de vibração alegre, pulsação de amor próprio. Não somos felizes vinte e quatro horas do dia todos os dias, os dias têm seus mistérios. Somos felizes quando conseguimos segundo Platão, unir as quatro grandes virtudes: sabedoria, moderação, justiça e coragem. Nossa felicidade é encontrada quando o essencial é cuidado. Essencial é o amor, a amizade, a sexualidade, o respeito e a razão.


Felicidade não é sorte, felicidade é um trabalho constante de ser feliz. Ser feliz é fazer o bem e receber o bem. Não acharemos a felicidade somente em grandes situações vividas como viagens, festas, compras. Encontramos a felicidade no abraço dado com carinho, naquela amizade gostosa, na simplicidade em ver o mar, no elogio sincero, nas coisas que acarinham o nosso coração, "o essencial é invisível aos olhos" assim falou aquele garotinho, em o pequeno príncipe.


O mais importante é que a felicidade é individual e intransferível, nossa felicidade depende exclusivamente da gente. Gostar de estar com você mesmo é um sinal de felicidade, não precisar de alegrias externas. Expectativas em outrem é um passo tênue para a infelicidade, às vezes a realidade é bem diferente.


Felicidade mesmo é quando você no final do dia chega em casa deita na cama e dorme bem, sensação que teve um grande dia, os dias nunca são comuns. Aí a felicidade se renderá ao sono dos justos, lembra da justiça de Platão? "O animal satisfeito dorme bem", Guimarães Rosa, tinha razão, isso é felicidade, corpo e mente tranquilos.


Não busque a felicidade, aceite-a, já está aí dentro de você.


Paulo Azevedo

Escritor e Filósofo Contemporâneo