Por mais que seja difícil, dizer NÃO é necessário para estabelecer limites.


Questões do dia a dia com Tatiana Auler


Dizer não é saudável. Quando dizemos não a alguém, estamos estabelecendo limites.

Dizer não é mostrar para o outro qual é o limite da relação, o que você permite que o outro faça ou não em relação a você.

Muitas vezes, não conseguimos dizer não para o outro e dizemos muitos nãos para nós mesmos. Passamos dos nossos limites, aceitando, permitindo, flexibilizando o que já era para ter sido cortado há muito tempo.

Enquanto ainda queremos receber alguma coisa do outro, enquanto a nossa ilusão nos permite acreditar que o outro possa mudar, enquanto priorizamos mais a dificuldade do outro do que a nossa e nos colocamos fortes para aguentar as situações, temos dificuldade de dizer não.

Porém, tudo tem limite! Dentro de uma relação, quando dizer sim para o outro se torna um sofrimento, é necessário avaliar o que realmente vale a pena investir em sua vida. Qual é o sim que você quer se dar?!

Para conseguir dizer NÃO para o outro, é necessário saber dizer um grande SIM para você, para as coisas que você quer viver.

Farei algumas perguntas, para que você possa entender um pouco mais sobre sua dificuldade em dizer não:

- O que você acha que pode acontecer se você começar a dizer não?

- Qual é seu medo em relação ao outro ao dizer não? O que acha que o outro pode fazer?

- O que você espera que aconteça quando passa de seus limites para agradar o outro?

- Você sabe o que quer da vida, reconhece seus limites e, mesmo assim, tem dificuldade de dizer não? O que sente que o faz agir dessa forma?

- Você se sente perdido na vida, não sabe do que gosta, o que lhe dá prazer e acaba dizendo sim para o outro por falta de autoconhecimento?

Reflita sobre essas perguntas e busque uma consciência que possa fazê-lo equilibrar seus "Sins" e "Nãos" na vida.

Reconheça e respeite seus limites!


------------------------------------------------------------------------------------------------------


Tatiana Auler

Terapeuta


A propósito do tema que abordei hoje, segue o poema:


Ser sendo


Hoje acordei como os pássaros: cantando

Hoje me comportei como as flores: perfumando

Hoje saí pelo mundo como a primavera: adornando

Hoje fui feliz como as crianças: brincando


Ontem? Ontem não me lembro.

Quem sabe terei passado lendo

Ou correndo, ou, tão somente, vivendo.

Mas amanhã... Ah, amanhã, só você vendo!


Amanhã serei livre e livre como um bambuzal ao vento

Amanhã amarei e amarei como uma cortesã ao lento

Amanhã dançarei e dançarei como uma bailarina sem tento

Amanhã voarei e voarei como uma gaivota sem tempo.


O importante é o amanhã

E, nele, ser comporta

Que escancara e escancara e escancara a porta!


Edna farias

40 visualizações0 comentário

Contato

whatsapp-cinza.png

Navegação

© Instituto de Treinamento Auler Ltda. | CNPJ 25.289.131/0001-61 | Atendimento@institutoauler.com.br | Tel.: (21) 99740-1860. 

Criação Brothers Design