Qual a diferença entre medo e ansiedade?


Vamos entender um pouco melhor a diferença entre essas emoções que parecem ameaçadoras ao nosso equilíbrio emocional.

O medo e a ansiedade, quando "batem na porta", bagunçam o nosso corpo, nossos pensamentos e nosso comportamento. Essas Emoções nos desequilibram e acabam se tornando desagradáveis. Mas não necessariamente são emoções negativas. São emoções que têm uma razão de existir em nós seres humanos e também em todas as outras espécies. O medo e a ansiedade acontecem em nosso sistema para nos proteger de alguma ameaça. São grandes aliados a nossa sobrevivência. Sem o medo e a ansiedade não estaríamos vivos até hoje. Então, essas emoções nos ajudam a nos mantermos vivos. Quando é que essas emoções começam a nos prejudicar? Quando se tornam constante mesmo sem nenhuma ameaça evidente.

O medo é um estado básico automático de alarme que consiste em uma percepção ou conclusão de uma ameaça, ou perigo iminente à nossa segurança e proteção. A ansiedade, em contraste, é um estado emocional complexo muito mais prolongado que muitas vezes é desencadeado, por um medo inicial. Por exemplo, você poderia sentir-se ansioso ao pensar em visitar amigos porque eles moram em uma casa velha onde pode haver aranhas, ou em ir ao cinema porque o filme pode conter uma cena com aranhas. O medo básico é de encontrar uma aranha, mas você vive em um estado de permanente ansiedade sobre a futura possibilidade de ser exposto a uma aranha. Assim, a ansiedade é uma experiência mais duradoura do que o medo. Ela é um estado de apreensão e de excitação física em que você acredita que não pode controlar ou prever eventos futuros potencialmente aversivos. Consequentemente, você pode se sentir ansioso pensando em uma entrevista importante, em ir a uma festa onde não conhece as pessoas, em viajar a um lugar desconhecido, em seu desempenho no trabalho ou em um prazo de entrega. (AARON T. BECK)

Observe que a ansiedade está sempre orientada ao futuro; ela é governada pela ideia de "E se?". Não ficamos ansiosos com respeito ao passado, com o que já aconteceu; ficamos ansiosos em relação à catástrofes ou eventos adversos futuros imaginados: "E se eu pegar o vírus da gripe H1N1 por ficar perto das pessoas?", "E se eu perder o emprego?" Este estado emocional duradouro que chamamos de ansiedade. (AARON T. BECK)

Em algumas situações sentir medo e ansiedade pode te ajudar a ter uma preocupação saudável em relação a algum evento futuro, essas emoções podem até te ajudar a se preparar melhor para uma determinada ocasião. O que você pode observar é se essas emoções estão sendo necessárias e pontuais ou se estão exageradas, fora de proporção, e te impedindo de ter uma vida saudável e emocionalmente e tranquila.

Até a próxima!

Psi Tatiana Auler

05/56969

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo