Sofro com frustrações. Como evitar?



Como evitar uma frustração: não gerando expectativas, não se comprometendo com nada que seja novo, não se vinculando a nada e nem a ninguém... Será que evitar a frustração é possível e saudável?

Quando começamos a evitar certas coisas por medo da frustração, estamos tendo um comportamento com base na emoção da ansiedade (medo). Esse tipo de comportamento, se chama: comportamento evitativo. Como o próprio nome diz, a pessoa passa a se comportar de maneira a evitar situações, pessoas, experiências novas, por estar com medo de sentir, sensações/emoções desagradáveis. Em resumo, por medo de viver uma frustração/emoção desestruturante, relacionada a expectativa que foi criada.

Voltemos ao tema: sofro com frustrações. Como evitar?

Trocaria evitar a frustração, por: como diminuir as frustrações, aceitar ou até mesmo como lidar com elas.

Vivemos em função das nossas expectativas, as vezes, criamos expectativas irreais e até mesmo muito exageradas, estremas ou rígidas. Se conseguirmos flexibilizar as expectativas que criamos, pode ficar mais fácil de lidar com as frustrações quando acontecem coisas diferentes das que imaginamos.

Eu gosto de usar a virtude da moderação para as expectativas que crio. A moderação ajuda a criar um meio termo para as expectativas criadas, quebrando o pensamento rígido, que chamamos na terapia cognitiva de: pensamento tudo ou nada.

Para te ajudar a diminuir a dor da frustração, você pode fazer algumas "coisas":

1. Criar alternativas diferentes de desfechos para aquela mesma situação.

Pelo menos três cenários diferentes.

2. Para cada cenário que você criar, responda a seguinte pergunta: caso isso aconteça, o que eu posso fazer é:

3. Você pode aceitar que é possível não acontecer o que você quer. E que está tudo bem! Faz parte do jogo da vida perdermos às vezes.

4. Uma outra opção é você perguntar para outras pessoas o que elas acham sobre o que aconteceu. É comum escutarmos interpretações diferentes para a mesma situação. É bom ouvir outras interpretações para flexibilizar o pensamento e fazer novas considerações.

Lembre-se que a expectativa pode ser sua aliada e não necessariamente a sua inimiga. O que você precisa fazer é gerar expectativas reais, concretas e menos fantasiosas. Se você se relacionar com a expectativa de maneira positiva, perceberá que ela te ajudará a ligar o motor da motivação. Uma vida sem expectativas é uma vida pacata,

uma vida com expectativas, é uma vida em moviemento.

Até a próxima! Psi Tatiana Auler

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo