Ter compaixão é diferente de ter pena.



A compaixão é um sentimento nobre que está associado a empatia. Somente uma pessoa empática é capaz de sentir compaixão. Pessoas sem empatia sentem pena. Existe diferença entre sentir pena e sentir compaixão. O sentimento de pena vem carregado de julgamentos, a compaixão vem cheia de compreensão.



Pessoas que sofreram muito em suas vidas, tendem a serem mais empáticas e a desenvolverem a compaixão. É mais fácil para quem sofreu dores distintas, se colocar no lugar do outro. Mas isso não quer dizer que pessoas que não passaram pelas mesmas dores não possam ser empáticas. A empatia e a compaixão são dois recursos que todos nós podemos e devemos desenvolver.


1. Compaixão é respeitar a dor do outro sem minimizá-la

2. É querer ajudar o outro simplesmente para fazer o bem.

3. É olhar para o outro como um semelhante, que acerta e erra como você. Somos todos humanos!

4. É observar a necessidade alheia sem julgamentos

5. É ser empático com o outro e se colocar disponível a ajudá-lo.


É possível treinar a compaixão. Experimente no seu dia a dia se colocar empaticamente no lugar do outro e ter compaixão pela situação que ele está vivendo. Lembrando que a compaixão envolve um movimento que você oferece para o outro para ajudá-lo naquilo que ele precisa.


Psicóloga

Tatiana Auler

CRP 05/56969

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo